quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Análise "Ainda é Cedo"





Hoje farei a análise da música "Ainda é cedo" de Renato Russo.
Eu sempre me perguntava o porque dessa música,qual era o real significado que Renato queria passar através dessa letra,pesquisando um pouco da história desse grande poeta,pude visualizar uma paixão e ao mesmo tempo um ódio relacionado a entorpecentes,então consegui enxergar a música de outra forma!






Letra de "Ainda é Cedo":

Uma menina me ensinou
Quase tudo que eu sei
Era quase escravidão
Mas ela me tratava como um rei
Ela fazia muitos planos
Eu só queria estar ali
Sempre ao lado dela
Eu não tinha aonde ir
Mas, egoísta que eu sou,
Me esqueci de ajudar
A ela como ela me ajudou
E não quis me separar
Ela também estava perdida
E por isso se agarrava a mim também
E eu me agarrava a ela
Porque eu não tinha mais ninguém
E eu dizia: - Ainda é cedo
cedo, cedo, cedo, cedo.

Sei que ela terminou
O que eu não comecei
E o que ela descobriu
Eu aprendi também, eu sei
Ela falou: - Você tem medo.
Aí eu disse: - Quem tem medo é você.
Falamos o que não devia
Nunca ser dito por ninguém
Ela me disse: - Eu não sei mais o que eu
sinto por você.
Vamos dar um tempo, um dia a gente se vê.

E eu dizia: - Ainda é cedo
cedo, cedo, cedo, cedo.

"Uma menina me ensinou quase tudo que eu sei".Como eu disse antes,Renato,era usuário de entorpecentes,mais especificamente a cocaína, nessa frase ele se dirige a droga como"menina",dizendo que todo aquele tempo,tudo aquilo que ele havia encontrado
era graças a cocaína.O uso da palavra "quase" deixa entendido,que mesmo sendo forte não o trouxe tudo o que sabia.
"Era quase escravidão mas ela me tratava como um rei" nessa frase os opostos ficam bem explícitos,quando ele diz "Era quase escravidão" fica bem claro o aprisionamento ás drogas,ele era escravo daquilo,e ao mesmo tempo ele diz" Mas ela me tratava como um rei",é esse o efeito
que as drogas trasem para seus usuários,os fazem sentir fortes e poderosos,realmente se sentem como um rei.
"Ela fazia muitos planos eu só queria estar ali sempre ao lado dela eu não tinha aonde ir"Aqui mostra o enorme poder que,nesse caso a cocaína,causa sobre aquele que a usa.Enquanto "ela" a dominava,e traçava seu futuro(quase sempre certo),ele se mostrava preso,ele só queria usar cada vez mais e mais e não havia lugar melhor para se estar sem ser com a "menina".
"Mas, egoísta que eu sou, me esqueci de ajudar a ela como ela me ajudou e não quis me separar"Esse é um trecho que o Renato se mostra ciente da situação ele percebe que é egoísta mesmo sem querer,pois quer acabar com tudo aquilo,quer deixar de ser "escravo",mas é tão forte e tão intenso que a vontade que ele tem de continuar é maior e o domina.
"Ela também estava perdida e por isso se agarrava a mim também e eu me agarrava a ela porque eu não tinha mais ninguém" Aqui mostra a solidão que Renato sentia,
para ele a única que sempre estaria ao seu lado seria essa "menina",levando em conta que a tal "menina" vive perdida ae no mundo.
Então Renato fraco como está diz:"E eu dizia: - Ainda é cedo cedo, cedo, cedo, cedo."Essa repetição de cedo mostra que realmente ele não quer se separar daquilo
que o faz se sentir um "rei",mesmo que seja um "rei escravizado".
"Sei que ela terminou o que eu não comecei" nessa frase tenta explicar que naquele momento ele já percebia que sua vida estava acabada pelo uso contínuo,sendo ele ainda muito jovem,então "ELA" acabou com a vida,que ele ainda mal tinha começado a criar.
"E o que ela descobriu eu aprendi também, eu sei O que "ela" tinha descoberto na verdade foi a solidão,Renato aprendeu a viver com a solidão,foi o momento de sua vida que ele se trancou em sua casa até descobrir que era portador do vírus da AIDS.
"Ela falou: - Você tem medo.Aí eu disse: - Quem tem medo é você."Aqui mostra claramente um conflito que ele vivia em seu período,podemos dizer,"sóbrio",a droga é mais forte que ele
mas mesmo assim ele tenta se mostrar forte e luta contra a sua vontade.
"Falamos o que não devia Nunca ser dito por ninguém Ela me disse: - Eu não sei mais o que eu sinto por você.Vamos dar um tempo, um dia a gente se vê."Na minha opinião
a música poderia ter acabado exatamente aqui,pois mostra que Renato conseguiu,mesmo que por pouco tempo,se separar da "menina",mas mesmo assim ele diz:"um dia agente se vÊ",não sei,mas acho que isso só é dito quando você não quer ver uma pessoa por um longooo tempo,sabe quando você encontra alguém e diz:"Cara,quem sabe um dia agente se vê por ae",então acho que era isso que ele desejava.

Mas para minha maior tristeza a música acaba com a seguinte frase:"E eu dizia: - Ainda é cedo cedo, cedo, cedo, cedo."mostrando a fragilidade dele em relação a esse assunto. fica subtendido que ele não conseguiu se livrar da "menina" e dizendo "ainda é cedo cedo..." quer mostrar que nunca será tarde para acabar com aquilo,pois é o que o fazia bem,o fazia se sentir um rei.




Bem,é isso ae.Até a próxima.

15 comentários:

  1. Essa eu leeeeeeeembro! *-*

    Lembro de cada detalhe pelo msn...Momento de ouvir com outros olhos a música..rs
    Agora TODA vez que escuto, já levo pra essa análise... =P
    Muito bom! De verdade verdadeira! ;)

    ResponderExcluir
  2. Que viagem!!!!
    A análise foi péssima, pelo amor de Deus. Vc tava lombrado quando pensou nisso?!

    ResponderExcluir
  3. filho tem um show do legiao q ele fala assim
    "sabe pq eu perdi ela?pq eu gosto mto de mandar,mas sei q ela esta escutando isso em algum lugar"quer dizer q se tratava de uma mulher cara

    quem quiser add aew msn
    lucianovs2009@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. lkusiston jialigustianad kdoapdfgerisuindo asestuort dis quis só Ê
    sei q ela terminou o q eu nao comecei e o q ela descobriu eu aprendi tbm eu sei ela falou vc tem medo ai eu disse quem tem medo é vc . . .

    ResponderExcluir
  5. aaah eu axo q ele falave en mulher née :S

    ResponderExcluir
  6. Interpretações são pessoais, mas o próprio Renato já disse se tratar de um relacionamento dele que acabou pq ele era muito mandão, gostava de dar ordem, etc. Esse é o real significado da música, ele escreveu pra uma menina ;)

    ResponderExcluir
  7. algumas partes até faz sentido, mas acho que se tratava de um namoro dele mesmo. algumas partes ficam meio sem sentido na sua analise, mas foi muito boa parabens

    ResponderExcluir
  8. kk, o rapaz viajou legal nas interpretações que por sinal foram bem ruim em meu amigo, ele fez essa musica pra uma amiga.

    ResponderExcluir
  9. Viajou na batatinha, total! Essa música foi para uma pessoa com a qual ele se relacionou, mas que não deu certo por conta de seu gênio difícil. Muita viagem essa sua interpretação!!!

    ResponderExcluir
  10. Caramba como pode uma pessoa ter a imaginação tão fertil, acho que deveria escrever ficção cientifica...
    O renato era sim usuario de drogas, assim como a maior parte dos jovens daquela epoca...
    E essa musica foi feita para uma amiga "ex" que ele acabou magoando e fez a musica pra reconquista-la....

    ResponderExcluir
  11. Não tem nada ver essa análise.
    Ele fez pra uma mulher...

    ResponderExcluir
  12. Ele fez para Aninha sua grande amiga e paixão... ele fez para um menina.

    Acho que quem é usuário de drogas é vc kkkkk

    ResponderExcluir
  13. Kkkkkkk

    Tô até meio assustado com essa análise sem noção sabia?
    O q vc cheiro ou fumou é da boa mesmo hein kkkkkkk kkkkkkk

    ResponderExcluir
  14. “Uma menina me ensinou
    Quase tudo que eu sei”
    Percebe-se aqui, que a moça talvez tivesse uma estrutura emocional melhor da que o personagem, mais maturidade. Como todos falam, a mulher amadurece mais rápido emocionalmente que o homem, talvez com a convivência que eles tinham, ele amadureceu.

    “Era quase escravidão
    Mas ela me tratava como um rei”
    Talvez fosse uma moça que se dedicava a ele, mas ele por se sentir tão confortável com os mimos que ela fazia ele não se importava em ela se esforçar bastante, tratando-o como um rei.


    “Ela fazia muitos planos”
    Ela deveria gostar muito dele e fazia muitos planos, talvez casar, talvez uma viagem, talvez uma ida ao cinema.

    “Eu só queria estar ali
    Sempre ao lado dela”
    Ele por não estar tão envolvido sentimentalmente no relacionamento, ou não estar preparado para o relacionamento, não estar maduro. Ele gostava da companhia da moça, queria apenas a companhia dela, não queria um maior envolvimento. Talvez pela falta de maturidade.

    “Eu não tinha aonde ir”
    E permanecia com ela, apesar de o que a moça queria não fosse o mesmo que ele, porque ele talvez tivesse uma vida isolada com poucos amigos e ela fosse sua única companhia.

    “Mas, egoísta que eu sou
    Me esqueci de ajudar”
    Por sua falta de imaturidade, não reconheceu o que a moça fazia por ele, então não retribuiu a dedicação que ela tinha por ele. Na música ele reconhece que foi egoísta, pensou somente nele, ele era tratado como rei.

    “A ela como ela me ajudou
    E não quis me separar”
    Mas a moça estava ao lado dele, a moça talvez o ajudasse quando ele tinha problemas, a moça talvez o tenha ajudado no relacionamento deles. E por ela estar sempre ali, dedidcada e amando-o, ele não queria se separar dela.

    “Ela também estava perdida
    E por isso se agarrava a mim também”
    Talvez fosse uma moça carente, que precisasse de alguém pra si, ela estava perdida. Talvez por isso tratava-o tão bem e por sua carência se agarrou a ele, talvez por que se identificava com ele, talvez por que ela se sentia sozinha e ele também, eles se agarraram, eles ficavam juntos, um precisava do outro.

    “E eu me agarrava a ela
    Porque eu não tinha mais ninguém”
    Mas ele se agarrava a ela apenas porque era sozinho.

    “E eu dizia
    Ainda é cedo
    Cedo, cedo
    Cedo, cedo
    E eu dizia
    Ainda é cedo
    Cedo, cedo
    Cedo, cedo”
    Então ele se viu num relacionamento e sentiu medo, “ainda é cedo” para se envolver, “ainda é cedo” pra eu me entregar, “ainda é cedo” pra eu entrar num relacionamento sério... Cedo, Cedo.

    “Sei que ela terminou”
    Então ela terminou com ele, ela terminou um relacionamento que ela tinha com ele.

    “O que eu não comecei”
    Ou seja, ele não estava namorando com ela, da parte dele o relacionamento não havia começado porque ele tinha medo.

    “E o que ela descobriu
    Eu aprendi também, eu sei”
    Nessa parte ambos aprenderam algo com o término. Talvez ela tivesse descoberto/percebido a falta de dedicação dele e ele aprendeu que a perdera por causa da falta de dedicação.

    Então discutiram no final
    “Ela falou: "Você tem medo."
    Ela percebeu que ele não estava se envolvendo com ela por medo.

    ResponderExcluir
  15. continuação:


    “Aí eu disse: "Quem tem medo é você””
    Penso que nessa parte, ele já havia percebido que gostava dela e queria continuar com ela. Começar de fato o relacionamento, e falou que quem tinha medo era ela, porque ela não queria mais continuar com ele.

    “Falamos o que não devia
    Nunca ser dito por ninguém”
    E ambos perderam a razão e continuaram discutindo, no momento de raiva, somos capazes de falar coisas atrozes a pessoas que amamos.

    “Ela me disse
    “ Eu não sei mais o que eu sinto por você”’
    Nesse momento, ao perceber que ele não estava tão inteiro dentro do relacionamento quanto ela, ao perceber a falta de dedicação por parte dele, ela se sente confusa ao sentimento por ele. Por que antes ela achava que a amava, que ele também estava vivendo o que ela via, mas agora ela vê outra coisa, ela o percebe de forma diferente e entra em conflito com seus próprios sentimentos a respeito dele.

    “Vamos dar um tempo”
    Então decide que neste momento, enquanto está confusa o melhor é eles permanecerem afastados.

    “Um dia a gente se vê."
    Porém aqui, ela deixa evidente que não pretende vê-lo de novo ou talvez que pretendia ficar bastante tempo sem vê-lo.

    “E eu dizia
    Ainda é cedo
    Cedo, cedo
    Cedo, cedo”
    E ele já havia percebido que a perdera por causa de seu egoísmo (na parte que ele diz “eu aprendi também, eu sei” nota-se isso), a perder fez com que ele amadurecesse de certa forma, o fez perceber que realmente gostava dela. Mas ela já decidira que o jeito egoísta e a falta de dedicação dele com ela não eram mais o que ela queria. E pra ele que mal havia entrado no relacionamento, “ainda é cedo” para terminarmos, cedo para desistirmos, cedo pra nos afastarmos... Cedo, cedo.

    PS: é uma interpretação pessoal.

    ResponderExcluir